fbpx

O Arauto Brasileiro

O jornal da família tradicional brasileira

Como afirmado na delação premiada do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, o ministro Dias Toffoli, do STF, é suspeito de ter recebido propina no valor de quatro milhões de reais para beneficiar prefeitos. O ministro Fachin inicialmente autorizou a PF a investigar Dias Toffoli, mas “inexplicavelmente”, depois recuou e proibiu qualquer busca de provas contra ministros do STF.