fbpx

O Arauto Brasileiro

O jornal da família tradicional brasileira

Fascismo: um guia para idiotas

3 min read
Como uma geração imatura politicamente e equivocada ideologicamente, pode se autodenominar como antifascista agindo da mesma forma fascista e autoritária como a que eles alegam combater...

A estátua de Winston Churchill desfigurada, com as palavras (Churchill) "era um racista" escritas em sua base, após uma manifestação em frente à Embaixada dos Estados Unidos, em solidariedade com o movimento Black Lives Matter. (ISABEL INFANTES/AFP)

O meu desejo sincero e profundo, genuíno e puro em meu coração, é o de ter a oportunidade de jogar as biografias que tenho sobre Churchill na cabeça de cada imbecil iletrado que resolveu chamar de fascista e racista o cara que libertou a Europa e o mundo do jugo nazista!

Se você não está comendo chucrute, saudando o Führer e fugindo da Gestapo, agradeça a Churchill.

Desde os anos 30 esse conservador rebelde sabia que Hitler deveria ser eliminado da face da Terra. E quem defendia um “acordo” com Hitler?

Os intelectuais trabalhistas (esquerdistas) e os “moderados” da Europa! A esquerda via a experiência nazista com bons olhos.

Não por acaso Stálin e Hitler celebraram um Pacto de Não Agressão de 1939. Quem rompeu o pacto foi o governo nazista.

Winston Churchill foi o homem mais solitário do mundo quando defendeu que não se podia pactuar com o Hitler. Que a coexistência com o mal era inaceitável.

Na época, o “moderado” primeiro-ministro Chamberlein voltou da Alemanha com uma cartinha na qual Hitler prometia que todos seriam felizes para sempre! E quem comprou esse discurso furado? Toda a esquerda trabalhista, a imprensa e a classe política!

previous arrow
next arrow
Slider

Churchill foi a minoria de um homem só alertando contra os males do nazismo. Nunca desistiu!

E, como diria Freud, a voz da Razão é rouca, mas insistente. Os fatos referendaram Churchill, que por anos esteve sozinho contra Hitler, enquanto seus colegas de partido e os trabalhistas sonhavam em uma relação de paz e cordialidade com o Führer.

Da mesma forma que a esquerda hoje exige “respeito” às teocracias assassinas e ditaduras comunistas.

O “antifa” iletrado, inculto, estúpido e moralmente tacanho jamais saberá o que é a solidão de ir contra a multidão, estar em descompasso com todos ao seu redor, jamais entenderá a força moral contida em um homem assim. É uma aristocracia do espírito, inacessível aos pobres de coração.

Churchill é a personificação de todas as virtudes que a essa geração detesta: coragem, firmeza, senso de propósito, humor e generosidade. Daqui a 100 anos, contudo, os “antifas” ocuparão um rodapé nas páginas da História, que são dedicadas aos homens que correm na direção oposta da multidão.

Se gostarem, compartilhem e divulguem nosso jornal, as nossas páginas e/ou perfis nas redes sociais:

Facebook GAB Instagram LinkedIn Minds Parler Telegram Tumblr Twitter WhatsApp YouTube

Para aqueles que quiserem contribuir com o nosso modesto jornal, dispondo de algum capital para financiar-nos, cliquem no link abaixo e conheçam melhor o nosso projeto de mídia independente de jornalismo e informação.

Invista já no Arauto Brasileiro e fique sempre bem informado!

E não deixem de divulgar nossas redes sociais a outros amigos leitores e seguidores e para o maior número possível de pessoas, e sobre o nosso jornal online! Se inscrevam em nosso canal no YouTube, cliquem no sininho para continuarem a receber novidades sobre vídeos publicados no canal e curtam os vídeos para aumentar a nossa visibilidade e relevância na internet!

E sigam sempre as nossas publicações em nossas redes sociais oficiais!

Para aqueles que quiserem realizar denúncias, fazerem reclamações, elogios, sugestões, ou ainda, quaisquer outras solicitações ao nosso jornal, basta clicarem nos links abaixo, que lhes dará acesso aos respectivos formulários, contribuindo para melhorarmos ainda mais o nosso projeto de mídia independente.

Jenifer Castilho
Autor(a): Jenifer Castilho

Escritora e pedagoga. Resenhista, blogueira e YouTuber. Analista política, Conservadora Cristã, Anti-feminista e Ativista digital em redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.