fbpx

O Arauto Brasileiro

O jornal da família tradicional brasileira

Comportamento

“O choro é livre”: na Globo, Maju Coutinho declara seu apoio à “eficácia do isolamento social no combate à pandemia”. A jornalista despertou a fúria dos brasileiros que são contrários as medidas radicais de “prevenção ao COVID-19”. A fala da apresentadora fez com que seu nome e a hashtag “#GloboLixo” ficassem entre os assuntos mais comentados no Twitter.

A atual geração vem confirmando um antigo adágio: “homens fortes criam tempos fáceis e tempos fáceis geram homens fracos, mas homens fracos criam tempos difíceis e tempos difíceis geram homens fortes”. Nós acrescentamos que famílias fortes geram filhos fortes bem educados, e moralmente imbatíveis. O contrário também é verdade.

Para quem achar que esse texto se refere a vitimismo reverso, pode por “as barbas” de molho: mulheres que são mais agressivas e mais abusivas que os homens existem sim! E elas podem se proliferar, castrando os próprios filhos homens, substituindo uma boa educação moral pela supressão dos seus instintos masculinos, sob a argumentação da “cultura de não-violência” e do combate à “masculinidade tóxica”.